BOY BANDS ARE BACK, ALRIGHT


Sabia que, sem o pós-guerra, não haveria Backstreet Boys? Ou que, se não fosse o Michael Jackson e seus irmãos, não teria a menor chance de uma banda como o One Direction existir? Pois é, relações bizarras, mas é verdade. É engraçado pensar que o conceito de boy band nasceu há muito, muito, muito tempo atrás, mais ou menos entre as décadas de 40 e 60, durante o pós-guerra, quando os grupos de pop norte-americano começaram a surgir em cada canto remoto dos Estados Unidos. Esse estilo pop pós-guerra, mais conhecido como doo-wop, é baseado no R&B e se iniciou na comunidade negra e só depois foi se tornar hiper mega popular em todo os Estados Unidos, e é bem marcante: backing vocals afinados e harmoniosos o tempo todo, com cada cantor cantando uma parte diferente da música e, pela falta de dinheiro, muitos grupos dessa época cantavam a capella.


Depois de toda essa influência dos grupos de doo-wop e de bandas como Bee Gees, a primeira boy band só foi surgir mesmo na década de 60, com cinco garotos de Indiana. Michael Jackson e seus irmãos, no Jackson 5, poliram o estilo e ditaram regras que todas as boy bands iriam seguir, a maioria até os dias de hoje: o apelo às garotas adolescentes por cantores bem vestidos e afinados, com músicas românticas ou animadas, sempre acompanhadas de coreografias e refrões bem marcados. Além disso, os membros dessas boy bands sempre buscam uma personalidade estereotipada pra cada um, sendo os integrantes a personificação do sonho das adolescentes de um garoto perfeito.


As boy bands foram se adequando às diferentes épocas, criando fenômenos como a latina Menudo e a brasileira Dominó. Mas a explosão desse gênero aconteceu, sem dúvidas, na década de 90, quando o Take That (pra mim, a melhor boy band de todas) e os Backstreet Boys simplesmente dominaram todas as paradas internacionais, atingindo um incrível sucesso comercial, sendo essas duas bandas as mais icônicas quando se fala desse gênero. Devido a esse estouro, várias outras boy bands como New Kids on the Block, ‘N Sync, Hanson e mais algumas outras que floparam surgiam a todo momento, principalmente nos Estados Unidos e na Inglaterra.




Tá, mas por que eu tô falando disso tudo? É certeza que a ~febre dos anos 90~ tá de volta com novas bandas como One Direction, The Wanted e Big Time Rush, que mesmo sendo um pouco diferentes das boy bands antigas ainda guardam os principais traços desse estilo. Eu sei que vou datar o post falando isso, mas o que realmente me assustou e me fez escrever esse texto é o fato de que, hoje, 30/07, os Backstreet Boys vão lançar um novo álbum. Como eu fiquei meio abismado, fui saber das outras boy bands pra ver se elas também estavam voltando e, pra minha surpresa, descobri que a maioria estava em atividade. Por exemplo, o Take That, que tinha se separado, se apresentou no encerramento das Olimpíadas de Londres de 2012 e já tem um álbum programado pro final desse ano e uma turnê marcada pro verão de 2014, com a possível presença do Robbie Williams. O New Kids on the Block também voltou e lançou seu sexto álbum em abril desse ano, porém não anunciou uma turnê pra divulgar o álbum ainda. E os irmãos Hanson, após uma pausa de três anos, também lançaram um novo álbum em junho desse ano e estão em turnê mundial, que inclusive teve dois shows no Brasil. 


Acho que, com certeza, o sucesso das novas boy bands influenciou a volta das antigas, mas duvido que elas concorram entre si, já que bandas como as dos anos 90 tem um nome consolidado e um espaço garantido na mídia, sem falar do tanto que esses retornos divulgam as bandas e animam os fãs. Com menos roupas largas, menos danças e mais maturidade, tanto musical quanto pessoal, elas estão voltando.

2 comentários:

Françoíse Viana disse...

Muito bom este texto, saudades da minha adolescência!!!
p.s.: tenho só que discordar de uma coisinha o Hanson não é boyband, só uns irmãos que cantam juntos, sem danças, sem coreografias, sem roupinha estilosas, kkkkkk

NatiRocks disse...

Gostei do post, mas os Backstreet Boys não voltaram, porque eles nunca se separaram, a diferença é que são cinco de novo, mas eles estão na ativa com 4 membros há um tempão, fizeram 20 de carreira esse ano.

 
CRIA Plano © 2010 | Designed by Chica Blogger | Back to top