De Riachuelo a RCHLO

Texto por Henrique Lima

O ano de 2013 foi encerrado com um burburinho no mundo da moda acessível. A marca Riachuelo, atualmente uma das mais bem avaliadas do Brasil (US$690 milhões), confirmou sua personalidade de constante modernização e apareceu mais uma vez com cara nova e muitas outras novidades para o ano de 2014. 

Com o objetivo de oferecer mais moda conceitual e atingir o mesmo público, a Riachuelo repaginou sua marca, suas lojas, suas peças e seu modo de vender, apostando agora no comércio da moda como uma experiência para os seus consumidores. 

Criada em 1979, a marca passou por um processo de evolução constante, que se tornou mais evidente nos últimos seis anos. Desde 2008, foram duas consideráveis revitalizações de logo, mais de quatro slogans e muitas novidades nos seus pontos de venda, envolvendo repaginação completa da decoração, maior atenção para os displays das peças e também para as vitrines das lojas. 

A EVOLUÇÃO

Apesar da constante mudança durante esses seis anos, alguns conceitos da marca permaneceram inalterados ao longo do tempo, ganhando mais notoriedade em algumas mudanças e menos destaque em outras.

               

Em sua identidade visual, as preocupações de cada reformulação não pareceram ser tão distintas. A vontade de simplificar cada vez mais o logotipo é crescente e segue uma tendência atual do design e da própria publicidade, valor muito presente em um mundo bombardeado por diferentes marcas o tempo todo. A modernização da identidade também é evidente e necessária para manter a marca sempre atual no mundo da moda. A logo criada em 2013, no entanto, apresenta pela primeira vez um conceito de sofisticação que agora parece estar presente em todo o branding da Riachuelo, que mostra querer proporcionar novas possibilidades para o seu público, com a venda de uma moda cada vez mais conceitual. 

Os slogans, por sua vez, apresentam sempre a ideia de democratização da moda, pluralização do público da Riachuelo e a divulgação da moda acessível que a loja pretende vender. Apesar da diferença entre eles, os slogans apresentam bem a proposta da loja de proporcionar o melhor do mundo da moda para qualquer pessoa. 

ALÉM DA MODA 

No histórico da Riachuelo, encontram-se algumas estratégias que marcaram muito a posição do seu estilo de comunicação. Com o crescimento do mercado, a segmentação da marca através de lojas específicas como a Riachuelo Mulher em São Paulo permite a classificação do público e sua pluralização. Esses diferentes segmentos ainda possibilitam uma maior aproximação do seu público, estratégia também presente nos diferentes processos de seleção que a loja promove para modelos e estilistas iniciantes.

               

A NOVA RCHLO 

A nova Riachuelo vem então para se diferenciar ainda mais da sua concorrência. Com uma nova identidade, uma nova proposta e um reposicionamento da marca, a cadeia de lojas está se atentando mais à moda conceitual que pode vender para seus consumidores. Isso ainda não é um adeus ao jeans e as camisetas brancas, mas pode representar o início de uma nova segmentação de sucesso da marca.

               

E não é só de visual que se trata essa mudança. A sofisticação da marca foi crucial para a abertura da loja Oscar Freire, na rua mais glamourosa de São Paulo, onde estão lojas como Versace, Marc Jacobs e Dior. E a experiência de compra agora se estende para o virtual com o recém lançado site, que traz mais conteúdo e mais interatividade pro seu público. Dessas novas possibilidades, estão a criação de perfis pessoais pra colecionar referências e divulgar seus gostos e a plataforma que orienta seu vestuário a partir do tempo da sua cidade naquele momento. 

E para incrementar ainda mais essa mudança, a Riachuelo construiu um novo time de consagrados estilistas para assinar as suas coleções. Mas toda essa sofisticação vem acompanhada da preocupação de não confundir o público, por isso a loja apresenta coleções de personalidades de outras mídias como Cláudia Leitte, uma estratégia que já existia e que ajuda a aproximar seu público de classes mais baixas. 

Cheio de mudanças, a nova Riachuelo trouxe à tona um mundo de possibilidades para o fast fashion no Brasil e está conseguindo propor um novo modelo de comercializar uma moda de grifes com preços acessíveis para qualquer pessoa. Resta agora conferir se toda essa mudança também aparecerá na ambientação das lojas da rede e se ela refletirá no crescimento da marca, pois enquanto isso aguardaremos ansiosamente pelas mudanças que suas concorrentes podem estar preparando para acompanhar a RiaCHueLO nesse 2014.

2 comentários:

Luci Mendonca disse...

Adorei...RCHLO sempre inovando!!
Essa é a cara da moda, e passar nela,faz toda a diferença.Nem eu sabia q podia tanto...rsrsr
\o/...é a melhor patrocinadora da moda, sem dúvida, é a oficial.#amomuitotudoisso!!
Parabéns!!

André Aranda disse...

Fala sério...este "RICHULO" é horrível!!! Como alguém tem coragem de llevar a sério uma empresa de MKT que me sai com esta???

 
CRIA Plano © 2010 | Designed by Chica Blogger | Back to top