Inovação e risco


Um dos assuntos que mais preocupam empresas e agências é a definição da sua logomarca. O símbolo gráfico tem que ser bonito, interessante, coerente com a empresa, já que a representará até sua morte. Será?
Muitas empresas, inclusive a CRIA UFMG Jr, já passaram por um processo de mudança de logo. Alguns casos são bem-sucedidos, outros podem levar a instituição às ruínas. Mas uma coisa é fato: essa mudança sempre é perigosa.

A Google, uma entre as cinco empresas mais consolidadas, influentes e conhecidas do mundo, porém, parece não se preocupar com essa questão.
Além de sua logomarca tradicional, da qual todo mundo está se lembrando agora, a multinacional aplica à sua página na internet uma infinidade de outras logos, sempre adaptadas a uma data especial ou comemorativa. Por exemplo: Copa do Mundo, datas importantes de um país, dentre outros.
Dessa vez a Google utilizou a tecnologia que tem nas mãos e criou uma logo em movimento, o que gerou muita mídia espontânea a ela na internet.



Se a mudança de logo é um risco para as empresas, por que a Google faz tanta mudança e continua com sua imagem intacta perante o mundo? Porque já é uma marca consolidada na vida de quase todas as pessoas? Possivelmente se uma empresa de médio ou pequeno porte o fizesse seria a declaração de seu declínio.

2 comentários:

Gabriel Aragão disse...

Nem sempre uma mudança de logo é questão de declínio...

A Pepsi, por exemplo, já mudou a logomarca várias vezes.

A Fiat mudou algumas vezes, por problema de fixação. Isso tudo, ainda mais se tratando de google tem um estudo muito detalhado... Mas n vejo a google mudando sua logo, vejo ela inovando em aplicações, o que é bem diferente!

Bárbara Monteiro disse...

O pior é que reza a lenda que a logo do Google custou 6 dólares!

 
CRIA Plano © 2010 | Designed by Chica Blogger | Back to top